15/11/17

Exposições | Visitas a espaços expositivos do Edifício de São Francisco | 18 de Novembro | 15h00 | Museu de Angra do Heroísmo


O Museu de Angra do Heroísmo promove, no próximo sábado, dia 18 de novembro, pelas 15h00, uma visita a vários espaços expositivos do Edifício de São Francisco, orientada por Jorge Forjaz, que comentará peças com figuração heráldica que integram o acervo da instituição.

Entre as peças a explorar por este especialista em heráldica e genealogia contam-se cerâmicas brasonadas, cadeirinhas, seges, arreios e espécies em pedra e prata. Serão ainda alvo de explicação os brasões de família que constam das Capelas de Nossa Senhora da Guia, bem como as armas que aparecem no exterior do referido templo.

A entrada decorre em regime de livre acesso.

14/11/17

Conferência | "Luís da Silva Ribeiro, a Etnografia e o Tempo", por Helena Ormonde | 17 de Novembro | 21h00 | Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro | Angra do Heroísmo

 
Conferência: “Luís da Silva Ribeiro, a etnografia e o tempo”,
por Mestre Helena Ormonde
e Atuação do Coro Pactis

Data: 17 de novembro
Hora: 21:00
Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro
Público-alvo: Público em geral

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro promove, no enquadramento da Exposição “Luís da Silva Ribeiro: alma e consciência da ilha Terceira e dos Açores”, uma conferência intitulada “Luís da Silva Ribeiro, a etnografia e o tempo”, proferida por Mestre Helena Ormonde e uma atuação do Coro Pactis, com músicas do folclore açoriano.
Luís da Silva Ribeiro e a sua obra, reunida e publicada pelo Instituto Histórica da Ilha Terceira, foram já objeto de diversas reflexões, sobretudo no que toca aos seus contributos para a formação de uma identidade açoriana, que lhe asseguram merecidamente um dos lugares destinados aos grandes vultos da cultura nos Açores.
Luís da Silva Ribeiro identificou-se como um estudioso da etnografia terceirense e açoriana, privilegiando, assim, a cultura popular como o seu principal campo de estudo, uma escolha que talvez releve um pouco da personalidade deste homem.
Este contributo consistirá em situar a produção etnográfica de Luís Ribeiro no contexto da etnografia açoriana e portuguesa da primeira metade do século XX, procurando entendê-la nas suas múltiplas relações.

Helena Ormonde natural da freguesia de Santa Cruz, concelho da Praia da Vitória, é licenciada em Antropologia Cultural e mestre em Museologia e Património pela Universidade Nova de Lisboa.
Redescobre Luís da Silva Ribeiro no âmbito do seu trabalho de mestrado, do qual resultou a dissertação “Entre localismo e cosmopolitismo: o Museu de Angra do Heroísmo de 1949 e 1979”, tratada museologicamente pela exposição “Sob o Signo da Etnografia: as origens de um museu regional” e editada parcialmente pelo catálogo da mesma exposição.
Exerceu o cargo de diretora do Museu de Angra do Heroísmo entre dezembro de 2009 e novembro de 2012.

O Coro PACTIS, foi fundado em 1991 por Fátima Gonçalves, que o dirige desde então. Vocacionado para coro a capella, a história do grupo conta já com um grande número de atuações em Portugal e no estrangeiro.

Música | Temporada Artística 2017 | Viagens na Minha Terra, Joana Gama | 17 de Novembro | 21h30 | Teatro Micaelense | São Miguel




Literatura | Trocando Livros por Palavras | Novembro | Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro | Angra do Heroísmo



Trocando livros por palavras – projeto de promoção do livro e da leitura

Datas: 7, 9, 13, 14, 16, 21, 23, 28 e 30 de novembro
Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro
Público-alvo: crianças do 1.º ao 4.º ano (grupos que já integram o projeto, ficando automaticamente inscritos)

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, leva a cabo um projeto realizado desde 2009 e que tem acolhido grande aceitação junto do público escolar, do 1º ao 4º ano. Com esta iniciativa pretende-se dar a conhecer vários autores e ilustradores, bem como diferentes géneros literários, incentivando-se as crianças a fomentarem o gosto pela leitura e a incrementarem o seu espírito crítico, o que lhes permitirá realizar escolhas conscientes e adequadas, incitando-se ainda à partilha de leituras e ao contágio de emoções que os textos podem suscitar.
 

13/11/17

Música | Concerto | "La Negra" | 18 de Novembro | 21h30 | Teatro Faialense | Faial





A partir de mitos e arquétipos pessoais, de uma longa recolha de personagens e sombras que vão e vêm ao seu encontro, Sara Ribeiro cria um concerto que celebra e desenha essas múltiplas faces e corpos. E assim surge La Negra, onde esse todo é um só, em toda a sua magnitude: no sentir que tanto é belo como voraz, transformando a canção num mundo maior. (...)


Em concerto, La Negra acompanha-se ao piano pela sua sombra, e aí Sara Ribeiro cruza a intensidade do corpo em palco com a delicadeza de um conjunto de canções que nos falam dos tremores de hoje, dos ventos de ontem e de um incerto amanhã. (...)


Heterónimos, Sombras Femininas, Histórias de Mulheres e os seus sonhos são o motor de todas as canções e paisagens sonoras. Uma viagem ao mundo interior de Sara Ribeiro e de todas essas mulheres que passam tatuando o seu corpo e alma. (...) ~
~ Excertos de La Negra Presskit 2017


La Negra é um concerto-espectáculo apresentado por:
Teatro de Giz
Teatro Faialense
Sentimiento Fuerte​

Bilhetes já à venda no Teatro Faialense!

Literatura | Prémio de Humanidades "Daniel de Sá" | 13 de novembro de 2017 | 18h30 | São Miguel


Exposição | Instrumentos de Trabalho e de Cultura e Galerias de Saberes e Técnicas Tradicionais | 14 de Novembro | 10h00 | Museu de Angra do Heroísmo


Num tempo em que a cultura (ou património) imaterial ganha projeção, nesta aula aberta,  orientada por Helena Ormonde, técnica superior do MAH, propõe-se uma leitura dos conceitos de cultura material e de cultura popular, em relação com criação de museus e o coleccionismo.

A mesma, a decorrer amanhã, pelas 10h00, no auditório do MAH, inclui uma visita à exposição Instrumentos de Trabalho e de Cultura e Galerias de Saberes e Técnicas Tradicionais.

Esta atividade insere-se na II Semana do Património de Angra do Heroísmo, uma iniciativa da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, que conta com a colaboração de várias instituições culturais angrenses.
 

10/11/17